30 de set de 2011

Surpresa Numa Noite de Quinta

Assim como a maioria das pessoas, costumo ir a shows quando conheço bem e admiro a obra do artista que se apresentará - o que costuma ser uma garantia de que não vou "perder meu tempo" e deixar de fazer outras coisas importantes vendo aquele espetáculo. Entretanto, uma experiência muito bacana de ser feita é justamente a oposta: embarcar numa apresentação sabendo nada ou muito pouco a respeito do que vai acontecer ali na frente. Foi exatamente o que fiz ontem, no Centro Cultural São Paulo, palco da primeira apresentação da turnê que a banda alemã Tusq fará pelo Brasil nos próximos dias, em parceria com o grupo Eletrofan.

27 de set de 2011

They're (Still) Red Hot

Em post especial, o Pergunte ao Pop comenta as recentes atividades do grupo californiano Red Hot Chili Peppers: o último disco deles, I'm With You, em texto de Bruno Capelas, e a apresentação no Rock in Rio, com cobertura especial do colaborador Victor Francisco Ferreira. É preciso fôlego, mas garantimos a vocês que vale a pena ir até o final.

21 de set de 2011

O Son(h)o Acabou



Existem dias comuns. E existem dias que, de alguma maneira, inexplicável, parecem ser comuns, mas acabam se tornando inesquecíveis. Um dos modos disso acontecer é quando a sua banda favorita decide que não vai mais existir.

11 de set de 2011

Rapidinhas: Pélico

Que Isso Fique Entre Nós, do cantor paulistano Pélico, é um disco curioso ao unir a sofisticação e a dor elegante da música brasileira pré-bossa nova - vale ver a versão feita pelo músico para "No Rancho Fundo" - com o brega de rádio AM dos anos 70, resultando em um dos trabalhos mais admiráveis de 2011.

A maioria de suas dezesseis faixas são canções de (des)amor, com pessoas em busca de redenção ("Vamo Tentá", com um refrão poderosíssimo), lidando com segredos ("Que Isso Fique Entre Nós") e imperfeições ("Não Éramos Tão Assim"), sentindo saudades ("Levarei") e se perdendo entre pecados e perdões ("Recado"), resultando num painel sentimental tocante.

O único porém, entretanto, é a extensão do álbum, de maneira que uma pérola passa desapercebida no final do disco: a bonita balada "O Menino", com a cara dos souls que Antonio Marcos compunha para Roberto Carlos lá no início dos anos 70, e ao menos um verso pra ficar guardado: "A inocência é um barco que nunca volta ao cais".

PS: Pra quem quiser conferir o som do artista, ele faz no dia 30, às 21 horas, no SESC Ipiranga, uma apresentação do disco, com a participação de Filipe Catto.

2 de set de 2011

Para Fazer Sucesso

Um misto de decepção e satisfação. É assim que pode se descrever o primeiro dos dois shows que o cantor Wado fez em São Paulo nesta semana. A convite do projeto CCBB Universitário, uma parceria entre a USP e o Centro Cultural Banco do Brasil, o músico de Alagoas fez uma apresentação com cerca de uma hora de duração, gratuito, em plena Rua Maria Antonia, no coração do centro velho da capital paulista.